Se existe algo que desencadeia um debate espontâneo, é uma discussão que envolve política,  mesmo entre os                                                                                           que seguem Jesus. Sabe por quê? Porque as opiniões se divergem e nem sempre são vistas do ponto de vista                                                                                               espiritual. Como seguidores do Senhor Jesus, qual deve ser  a nossa atitude e nosso envolvimento com a política?                                                                                       Não podemos ter opiniões políticas fora da nossa fé cristã. A verdade é que a Palavra de Deus nos ensina a viver                                                                                         na justiça, e que a   vontade de Deus, deve preceder sobre todas as coisas. Deus abomina a injustiça. Portanto em                                                                                       ver a política do ponto de vista espiritual, somos instrumentos de Deus para combater a injustiça. A pergunta é a                                                                                         seguinte: O que temos feito, então?

 

                                                                         Os planos e propósitos de Deus são fixos, e a Sua vontade é inviolável. O que ele propôs? Ele quer que façamos acontecer a Sua justiça e não podemos permitir que nenhum governo possa frustrar Sua vontade (Daniel 4:34-35). Na verdade, é Deus que "estabelece os reis e depõe-los" (Daniel 2:21), porque "o Altíssimo é soberano sobre os reinos dos homens e lhes dá a quem quer" (Daniel 4:17). 

 

Um entendimento claro desta verdade vai nos ajudar a ver que a política é um método que Deus usa para realizar a Sua vontade. Mesmo que os homens maus possam abusar do poder político, Deus quer usar a política para o bem, trabalhando "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados segundo o seu propósito" (Romanos 8:28). Que os que recebem poder político, desenvolvam sua autoridade em benefício dos que mais necessitam.

 

Por isso, temos que estar consciente que a pessoa que recebe poder político seja sensível à voz de Deus, para fazer a sua vontade. Não há dúvida de que a nossa responsabilidade para com o governo é obedecer as leis e ser bons cidadãos (Romanos 13:1-2). Deus estabeleceu toda a autoridade, e Ele faz isso para o nosso benefício ", para usar os escolhidos a fazer o que é correto" (1 Pedro 2:13-15). Paulo nos diz em Romanos 13:1-8 que é a responsabilidade do governo governar em autoridade sobre nós. Onde temos uma voz podemos e devemos eleger nossos líderes. Nós devemos exercer esse direito, votando para aqueles cujos pontos de vista e a fé, bem como os princípios espirituais são estreitamente igual à nossa maneira de pensar. Temos que ter o mesmo espirito!

 

Quando seguimos os ensinamentos das escrituras, tornamo-nos a luz do mundo como Deus tem nos destinados para sermos (Mateus 5:16). Portanto queremos dar poder a pessoas que como nós foram destinados a brilhar a luz de Deus neste mundo de escuridão.

 

Aroldo Martins

VISÃO POLÍTICA

© 2018 Aroldo Martins

Contato:

T: +55 (41) 99948-1010

  • Facebook Clean
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
O conteúdo dos cursos é grátis, basta você enviar um pedido pela página de CONTATO, dizendo que quer participar
dos cursos e enviaremos uma senha de acesso! Aprender nunca é demais!
Click aqui!
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now